14 agosto 2014

[Como Seria...?] David Beck


... SE MEU NAMORADO FOSSE DAVID BECK?

No mês passado, li o livro Não Conte a Ninguém do autor Harlan Coben do qual até fiz resenha no blog (que você vê aqui). Me surpreendi muito com a história e a escrita e para quem nunca havia lido nada do autor, comecei com o pé direito.

A HISTÓRIA
Na história, David é um viúvo enlutado mesmo após 8 anos desde que sua esposa, Elizabeth morreu. Na ocasião da morte eles comemoravam mais um ano juntos e após um ritual (romântico e brega), Elizabeth é morta e por pouco David também. Um dia antes de completar 8 anos desde esse episódio, David recebe um e-mail com um tipo de código que somente ele e sua esposa são capazes de decifrar porém ele decide não criar falsas expectativas, mas no dia seguinte ele tem a confirmação de seu primeiro pensamento: ela está viva. Desde então, David luta para não ser culpado pela "morte" de Elizabeth ao mesmo tempo que pistas e segredos são revelados. Felizmente a história tende a um final feliz, e a um grande segredo revelado apenas na última página.

O PERSONAGEM
David é um cara comum. Ele é um médico pediatra sem grandes expectativas da vida. Não parece ligar muito para o que pensam acerca dele e sua personalidade e sua rotina é tão comum quanto de qualquer outra pessoa. O momento em que recebe o e-mail misterioso é o divisor de águas de David. Ele se torna um homem mais decidido e na busca por sua esposa morta, comete crimes, trabalha com pessoas envolvidas com drogas, se esconde, omite sua personalidade e entra em conflitos diretos com capangas muito piores do que jamais poderia imaginar. O que é possível notar facilmente desde o início do livro é quanto Beck ama sua esposa e não se conforma com sua morte e de certa maneira, sente até culpa pelo fato. Quando se trata do ritual anual do dia do beijo, ele cita o evento como brega, mas ao falar assim, parece mais um garoto apaixonado do que um homem submisso e chato. David também tem segredos, e isso é o que mais me chamou atenção em sua personalidade. Ele não é nem um pouco frustrante!

COMO SERIA SE MEU NAMORADO FOSSE DAVID BECK?
Namoro a quase cinco anos e decidi levantar essa questão com meu namorado. Nós somos mais amigos do que qualquer coisa e isso é ótimo, pois o Marcelo sempre lembra das datas e quando lembro de me apaixonar por ele, sei que foi a primeira vista (embora isso pareça brega para ele). Estar junto a muito tempo é complicado quando situações como essa acontecem e quando questionei o Marcelo sobre seus sentimentos com relação a minha morte sem que ele pudesse interferir ele foi categórico e disse apenas que sentiria muita culpa pelo fato. Ao falar sobre o e-mail, ele disse que assim como Beck ele gostaria de saber de onde veio o e-mail mas que aguardaria o próximo passo ansiosamente (ah, esqueci de contar, mas o Marcelo é um mestre em computação e tecnologia, e pra ele, tudo isso é fácil! Rs) e que assim que tivesse a confirmação de seu primeiro pensamento, ele rastrearia a origem e "me caçaria" e se não conseguisse pistas algumas se sentiria a pior pessoa do mundo. Imagino que não seja fácil aguardar pistas do paradeiro de quem você ama e o Marcelo foi bem preciso quanto ao fato de cometer crimes e se envolver em encrencas: ele só gostaria de saber o porquê. Será que ele faria então, de tudo por essa resposta?! "No minimo uma arma de airsoft modificada eu teria. Mais fácil de transportar e machuca pra caramba". Essa foi a resposta dele, então, vou considerar como um sim Rs (ah, e novamente mais uma coisa sobre o Marcelo: ele é jogador de AirSoft, do grupamento Gask aqui em Curitiba).


Dessa vez, como citei o homem da minha vida meu namorado no post, nada mais justo que mostrar a vocês como ele é lindo e especial na minha vida e abaixo vocês conferem uma foto com o Marcelo.




E vocês, como reagiriam se estivessem no lugar de David Beck?

Espero pelas respostas!
Um beijo e um queijo e até logo!





4 comentários:

  1. Ana querida que post criativo e interessante. Já li esse livro e até agora foi o melhor dele.
    A situação do personagem realmente foi difícil e acredito que a maioria de nos tentaria mover céus e terras para saber o que estava acontecendo e correr atrás do amor de nossas vidas. Enfim parabéns pela leitura e pela ideia do post!!! Beijos linda!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana, tudo bem?

    Vc me deixou mega curiosa para ler esse livro. Até porque eu tenho o livro lá em casa. Não sei o que eu faria no lugar do personagem, sinceramente.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente não sei o que eu faria, acho que ficaria louca se o amor da minha vida me desse pistas que tava vivo. Achei bem interessante o livro, parece ser uma história bem envolvente.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas, reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho, Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir